A importância de ter um site responsivo

Desde 2015 fala-se da importância de ter um site que seja responsivo, mas por incrível que pareça, a quantidade de sites obsoletos até hoje é assustadora. Seja por desleixo ou por desconhecimento, o fato é que este “pequeno grande detalhe” faz com que, diariamente, vem perdendo perdendo posição no Google e consequentemente perdendo visibilidade e oportunidades de negócios.

Tudo culpa do tal Google, que há mais de 2 anos anunciou veementemente que os sites responsivos teriam maior pontuação e melhor posição nas buscas. De lá pra cá o poderoso buscador cumpri sua promessa, chegando até a ignorar completamente os sites que não estão preparados.

 

site-nao-era-responsivo-300x225 A importância de ter um site responsivo

O maior problema é que muitos empresários acham que apenas o fato do site abrir em um celular – mesmo ficando ilegível ou desconfigurado – o site está adequado, o que não é bem verdade.  Mesmo que, teoricamente, todo site abra em celulares ou tablets, apenas os responsivos consegue se ajustar a tela de forma automática.

 

Explicando um pouco do “tequiniquês”: um site responsivo é aquele que se adequa perfeitamente a qualquer resolução de qualquer aparelho que esteja acessando a página. O “se adequar perfeitamente” é ter todas as informações nítidas e organizadas na tela (independente do tamanho), sem a necessidade de dar zoom para ler algo ou rolar horizontalmente para continuar lendo a página. Entenda:

site-nao-era-responsivo-300x225 A importância de ter um site responsivo

A justificativa do Google para priorizar os sites responsivos é totalmente procedente: o volume de acessos a sites por meio de smartphones e tables está cada vez maior. Atualmente, mais de 50% dos acessos a sites comuns são feitos por iPhones ou Androids.

Você, certamente, acessa vários sites pelo seu celular, não é mesmo? Não há dúvida de que um site responsivo gera uma experiência positiva ao ser acessado, isso não foi só uma frescura do Google não.

Como saber se o site é responsivo

O primeiro teste que quase todo mundo faz é abrir o site no celular, mas isso não é muito confiável, pois existem sites com versão mobile – o que é totalmente diferente.

Existem alguns sites que fazer este teste, mas para verificar se o seu site está responsivo, num teste simples feito pelo computador e sem a necessidade de instalar programa, basta seguir estes passos:

  1. Acesse o seu site por qualquer navegador e saia do modo tela cheia.
  2. Reduza manualmente a largura do navegador até a proporção mínima. A janela ficará achatada, como se fosse um celular.
  3. Se você conseguir ler perfeitamente todo conteúdo, sem a necessidade de dar zoom e não conseguindo fazer a rolagem horizontal, o site está responsivo.
  4. Se o site apresentar falhas no layout, textos ilegíveis, fotos cortadas ou rolagem lateral, não tenha dúvida que há algo errado.

Você também pode fazer testes com o zoom do seu navegador, deixando as letras maiores ou menores. Se o conteúdo permanecer organizado na tela, a página está responsiva.

Posso tornar meu site atual em responsivo?

Essa resposta depende de alguns fatores:

  • Se o seu site foi feito há muito tempo e está desatualizado, muito provavelmente a construção de um novo site dará menos trabalho do que torna-lo responsivo.
  • Se o seu site foi criado com um construtor amador (como wix ou aqueles oferecidos gratuitamente pelas hospedagens) nenhum programador terá acesso aos códigos-fonte, ou seja, não será possível adapta-lo.
  • Se o seu site foi desenvolvido em WordPress (o que é o ideal) ou Joomla e ainda não está responsivo, um bom profissional conseguirá fazer essa adequação com mais facilidade, aproveitando todo conteúdo e sem a necessidade de migração ou reconstrução total.

Dica: descubra em qual plataforma seu site foi construído, clicando aqui.

 

Uma resposta para “A importância de ter um site responsivo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *